Pesquisar este blog

14 de jul de 2015

SÉRIE NOVOS POETAS DO AMAPÁ 1 - LARA UTZIG




Com a parceria do poeta Tiago Quingosta, do Grupo Pena & Pergaminho, vamos publicar uma série de textos poéticos, ou mesmo de prosa poética ou qualquer outro gênero, dos novos poetas que estão atualmente produzindo no Amapá e geralmente fazem parte de grupos de poesia falada. Tiago vai selecionar os trabalhos que serão publicados a partir de agora neste blogue e que se constitui em mais um canal de divulgação da nova geração poética que vem despontando no Amapá.

Com vocês, Lara Utzig!




Lara Utzig é natural de Macapá, AP, nascida no dia 31 de dezembro de 1992. Começou a escrever com 8 anos de idade. Atualmente é formada em Letras/Inglês pela Universidade Federal do Amapá (UNIFAP), especialista em Língua Inglesa pelo Instituto de Ensino Superior do Amapá (IESAP), mestranda em Ciências da Educação pela Faculdade Integrada de Goiás (FIG) e membro da diretoria do grupo de artes integradas Pena & Pergaminho (P&P). Sua principal temática é o TEMPO, mas também aborda questões como o amor, a saudade, a morte, a metalinguagem e o preconceito. É a dona do blog http://mensagemefemera.blogspot.com e além disso é vocalista, violonista e compositora da banda Desiderare.

* * * * *

E-mail

Se tu me amas, ama-me no privado
Não o compartilhe por meio de status
Deixa em paz teus seguidores
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
tem de ser bem discretamente,
Amada,
que a vida é breve,
o amor é breve,

e um tweet mais breve ainda..


(Lara Utzig)




Conjugando e Conjecturando (III)




Eu era Tu eras Nós talgia.

(Lara Utzig)





Piel


escrevi com a ponta dos dedos por entre tuas curvas e linhas uma invisível tatuagem: [minha].

(Lara Utzig)




Conta-gotas




Chorei um rio de lágrimas. O bastante para afundar um navio e preencher inúmeras páginas. Depois de saber com quantos paus se faz uma canoa você conseguiria responder com quantas mágoas se faz uma lagoa?

(Lara Utzig)



Bilhete único

  

Amar é desafogar a mala para na mão caber a bagagem. Amar é dizer que vou deixar de amá-la para deixá-la seguir viagem. Amar é devorar a dor que cala para que a despedida peça passagem.

(Lara Utzig)


Contatos com a autora:


Nenhum comentário: