Pesquisar este blog

21 de jun de 2015

RUY GUARANY NEVES - O HOMEM DA FRONTEIRA E A MISSÃO DE COMUNICAR

Ruy Guarany Neves, jornalista com milhares de artigos e crônicas publicados, funcionário público aposentado, natural de Clevelândia do Norte, município de Oiapoque – AP, nasceu no dia 3 de agosto de 1930. Publicou as obras O Homem da Fronteira (crônicas e histórias, 2005) e A Missão de Comunicar (Scortecci, 2015).
O primeiro livro publicado (2005)
Da mesma geração de seu parente e conterrâneo Hélio Guarany de Souza Pennafort (1938-2001), também jornalista e “estoriador” dos caboclos do Amapá, Ruy Guarany vem escrevendo e publicando na imprensa amapaense muitos artigos e crônicas da maior importância — não apenas analisando os fatos políticos locais, mas fazendo a contextualização com a intrincada política nacional. Observador atento, analista sagaz e de uma elegância em seu estilo, Ruy se diferencia da maioria dos colegas jornalistas por não ofender nem elogiar gratuitamente quem quer que seja. Sua atuação sempre teve o respeito dos leitores e dos políticos pelo conteúdo substancial das análises que ele habilmente traçava dos acontecimentos marcantes.
Lançado no dia 18 de junho de 2015
na Biblioteca Pública Elcy Lacerda

Sua obra A Missão de Comunicar documenta essa trajetória brilhante de um homem que soube extrair das notícias elementos que ficarão no registro da memória da imprensa do Amapá.









Orelhas e 4ª capa do livro
* * * * * * * * * * * * * *

Registro fotográfico do lançamento da obra 
A Missão de Comunicar, dia 18/06/2015, 

O Autor doando 3 exemplares para a Biblioteca


Presentes, dentre outros,  o professor e historiador Nilson Montoril de Araújo, professor Antônio Munhoz, escritores Rostan Martins, Fernando Canto, César Bernardo de Souza, Osvaldo Simões, jornalistas Édy Prado e Graça Penafort, presidente da Confraria Tucuju Telma Costa, além dos familiares do autor. O pioneiro Leonel Nascimento,ex-prefeito do município de Amapá, espontaneamente pediu a palavra e homenageou o autor relembrando a trajetória de luta nos primórdios do Território do Amapá.


 (Fotos: Paulo Tarso Barros e Alessandro Cardoso)

Nenhum comentário: