Pesquisar este blog

23 de ago de 2010

PROFESSORA DO AMAPÁ É PREMIADA EM CONCURSO LITERÁRIO

Professora Leacide Moura

Caríssimos!



O livro - MOVIMENTO LÍRICO - Antologia, é o resultado do Concurso Literário Nacional para novos escritores - Crônica & Literatura, realizado pela Editora Assis - Uberlândia/MG.


Participei e recebi o prêmio Moacyr Scliar - 3º lugar, na categoria Poesia. Tema: Holocausto.
Enviaram-me apenas 10 exemplares e solicitaram que divulgasse no meu Estado em qualquer meio de comunicação.


Vocês não podem imaginar minha alegria ao receber essa premiação, vibrei como se fosse o primeiro lugar, afinal perdemos apenas para o RJ que conquistaram o 1º e 2º. Por favor, ajudem nessa divugação. Obrigada pelo apoio à arte e cultura amapaense.


Abraços.


Leacide Moura

Contatos:
leacide@hotmail.com
(96) 3242 3296
(96) 9125 3570




Eis o poema na íntegra:

Terra Prometida





Qual sombra de noite sem lua,



Face fehada em coração de pedra,



Mãos nervosas pingando suor frio,



Olhar de aço, lábios de ira!



Mente conturbada, ética evadida,



Alma emudecida nas trevas da tirania,



Apagando o humano em trapos chão!







É a hora, estremece agonizante,



O lençol humano frente à tirania



Não há mais ar,



Nem nem flores em sonhos de primavera,



Apenas o sombrio outono enraiza



Alma, coração e mente.



Nem grito de horror faz-se ouvir cosmo adentro



Não há mais lágrimas nem vontade qual o valor da vida



As idéias, os fatos, o homem, o poder,



Metamorfoseando humanos em ratos, corbras e lagartos,



Em cérebros aniquilados, robotizados Zumbi,



Nenhuma oração se entoa expressa em suspiros,



Os rosto sem cara, pessoas sem nome em números



Rolam aos milhares em corpos nus,



Quilômetros de covas frias.



Prevalece a covardia em força bruta.







Eis que surge tênue



Resistência em esperança



Ressuscita o povo pátria em terras alheias



Recebe ternura, cresce em prosperidade.



Fecunda abundância, canta valor à vida



Batalhas, lutas vitória



Ensina ao mundo humanidade

Nenhum comentário: