Pesquisar este blog

11 de nov de 2007

BIBLIOTECA PÚBLICA DO AMAPÁ DISTRIBUI LIVROS NO INTERIOR

DOAÇÃO DE LIVROS


UMA DAS MISSÕES DA BIBLIOTECA PÚBLICA ESTADUAL ELCY LACERDA É O FORTALECIMENTO DAS BIBLIOTECAS PÚBLICAS MUNICIPAIS, EM PARCERIA COM O SISTENA NACIONAL DE BIBLIOTECAS PÚBLICAS.
A SECRETARIA DE CULTURA VIABILIZOU RECURSOS FINANCEIROS PARA QUE A GERENTE DA BIBLIOTECA PÚBLICA ESTADUAL ELCY LACERDA PUDESSE VISITAR TODOS OS MUNICÍPIOS DO ESTADO PARA EFETUAR LEVANTAMENTO DE DADOS ESTATÍSTICOS, REGISTRO DE IMAGENS DAS BIBLIOTECAS MUNICIPAIS DO ESTADO E DOAÇÃO DE LIVROS.
NO PERÍODO DE 10 A 19 DE NOVEMBRO, SERÃO VISITADOS OS SEGUINTES MUNICÍPIOS, QUE RECEBERÃO LIVROS NOVOS E USADOS:

6ª FEIRA - 10/11/07:
MAZAGÃO - 289 LIVROS

2ª FEIRA - 12/11/07:
OIAPOQUE - 186 LIVROS
CALÇOENE - 227 LIVROS
AMAPÁ - 123 LIVROS
PRACUÚBA - 89 LIVROS
TARTARUGALZINHO - 156 LIVROS
FERREIRA GOMES - 108 LIVROS

3ª FEIRA - 13/11/07:
PORTO GRANDE - 248 LIVROS
PEDRA BRANCA - 272 LIVROS
SERRA DO NAVIO - 164 LIVROS
ESCOLA FAMÍLIA - 275 LIVROS
CUTIAS - 193 LIVROS

4ª FEIRA - 14/11/07
ITAUBAL - 84 LIVROS
VITÓRIA DO JARI - 148 LIVROS
LARANJAL DO JARI - 108 LIVROS
ACADEMIA LARANJALENSE DE LETRAS - 37 LIVROS

2ª FEIRA - 19/11/07:
MACAPÁ - 281 LIVROS
SANTANA - 151 LIVROS

AS QUANTIDADES DE LIVROS DOADOS LEVARAM EM CONTA ESTATÍSTICAS ANTERIORES DAS BIBLIOTECAS MUNICIPAIS.
DURANTE A VISITA SERÃO OBSERVADOS ITENS COMO: INSTALAÇÕES, NÚMERO DE ATENDIMENTOS, PÚBLICO, ACERVO, NECESSIDADES E FUNCIONAMENTO DAS BIBLIOTECAS. CASO ALGUMAS DESTAS BIBLIOTECAS ESTEJAM DESATIVADAS, OS LIVROS SERÃO DOADOS PARA UMA ESCOLA DO MUNICÍPIO.

NA OCASIÃO DA VISITA, OS GESTORES SERÃO ORIENTADOS A VISITAREM A BIBLIOTECA PÚBLICA ESTADUAL ELCY LACERDA SEMPRE QUE VIEREM PARA MACAPÁ, PARA MANTEREM ATUALIZADOS OS CONTATOS E RECEBEREM OUTROS LIVROS DISPONÍVEIS PARA SUAS BIBLIOTECAS, DE FORMA A CIRCULAR OS EXEMPLARES DESTINADOS A DOAÇÃO, ESTIMULAREM A LEITURA E DIFUSÃO DO CONHECIMENTO.

COM O FORTALECIMENTO DAS BIBLIOTECAS DO INTERIOR, ATRAVÉS DA AMPLIAÇÃO DOS ACERVOS, TREINAMENTO DE PESSOAL E INTERCÂMBIO, A BIBLIOTECA PÚBLICA ESTADUAL AJUDA O NOSSO PAÍS A DIMINUIR AS DESIGUALDADES SOCIAIS, CONTRIBUINDO PARA O LETRAMENTO DOS ESTUDANTES E DA COMUNIDADE, QUE PASSAM A CONTAR COM FONTES DE INFORMAÇÕES EM SEUS PRÓPRIOS MUNICÍPIOS, MUITOS DOS QUAIS ABRIGAM PÓLOS UNIVERSITÁRIOS E ESTÃO RECEBENDO ESCOLAS DE NÍVEL MÉDIO.



Texto: Tânia Mel e Paulo Tarso
Contato Tânia Mel: 8118 6382

Fone da Biblioteca Pública: 3212 5119

2 comentários:

Anônimo disse...

NÃO SEI QUE VENTOS DO ESQUECIMENTOU SOPROU, MAIS GOSTARIA DE SER LEMBRADO.

WALDERI RODRIGUES
99678782

Anônimo disse...

Camila Tuma Achi Guimarães/6 TRADI – N
Escrever obras que caracterizam determinada região sem dúvida não é nada fácil. É preciso conhecer histórias, condições de vida, vivenciar o cotidiano. Mesmo assim, muitas pessoas em nossa região se aventuram nesse caminho, alguns pecam e caem, outros conseguem construir trabalhos tão bons que alcançam certo reconhecimento diante de seu Estado ou até mesmo de toda a região da Amazônia.
Alguns autores produzem textos com linguagem simples e outros linguagem mais rebuscada, uns com expressões locais que só são entendidas por quem as conhecem, outros com textos de forma que todos que o lerem possam entender sem problemas, por questão do regionalismo. Torna-se assim, mais fácil a distribuição de certas obras por todo o Brasil, quebrando barreiras lingüísticas e culturais, transportando contos, poemas, romances e outros relacionados a contextos amazônicos. Desta forma, possibilita o conhecimento de autores que trabalham com respeito e exaltação pela sua terra natal, revelada entre palavras calmamente inspiradas em suas belezas e contemplações.